sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Crudelíssima a distância! 
Deixa-me em tua ânsia...
Devora-me devagar... 
Cega-me as esperanças...
Deixa-me naufragar...

Caroline Pessoa

Nenhum comentário:

Postar um comentário