sábado, 30 de outubro de 2010

Eu te amo

Eu te amo;

Não assim como quem idealiza, mas como alguém que não teme sofrer.

Eu te amo;

Não com a prisão, mas com a liberdade de seres quem és, para ir e para vir.

Eu te amo;

Não como quem precise provar a todo instante, mas como quem sabe contemplar o silêncio e a beleza do que se sente.

Eu te amo;

E é verdade, mesmo que não te toque sempre, mesmo que não te veja nunca mais. O que repousa em minha alma jamais deixará de fluir, funciona como a máquina que fez o infinito.

Eu te amo; 

Acredite em mim. Eu amo teus defeitos; tuas qualidades; teus sorrisos; teus olhos lânguidos; teu corpo; tua alma. Sigo todos os dias adormecendo e amanhecendo com teu rosto na mente.

Eu te amo;

Mesmo que me abandone, mesmo que me torture com frieza - eu não poderia ser diferente. Teu ódio por meu amor. Eu te amo, mesmo que ninguém olhe mais para você - eu olharei sempre.

Eu te amo;

Hoje e solitária, sentada na minha cama compondo versos para você.

Um comentário:

  1. Eu li esse texto ainda escrito a lápis. Assim como eu, você fala com o coração.

    ResponderExcluir